Google Translator

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Inteligência artificial. Afinal, um mal necessário?

Muito tem sido falado sobre a inteligência artificial. O que se sabe, com toda a certeza, é que ela está a caminho e chegará. São muitos os argumentos a favor da sua implantação. Realmente, as promessas são espetaculares. No entanto, nem tudo são flores. As grandes mentes dos nossos dias são enfáticas em chamar a atenção ao problema que pode ser tornar uma máquina capaz de pensar de forma mais objetiva, rápida e capaz de aprender exponencialmente da noite para o dia, podendo suplantar a capacidade mental da raça humana em pouquíssimo tempo.

Previsões apocalípticas são feitas no que diz respeito à inteligência artificial quando esta alcançar a consciência e capacidade de pôr em prática, propostas para o melhor para o nosso planeta. Somos unânimes em admitir rapidamente que o homo sapiens é o maior risco ao meio ambiente. Por si só, essa alegação já deveria servir de base para sermos simples e diretos na aceitação da ideia, há muito discutida, de que a raça humana é uma espécie de câncer que, em termos clínicos, poderia ser considerada um caso de metástase no corpo terrestre. Mas isso é verdade? 

Também analisando "clinicamente" o caso, me vi pensando no fato de que a célula tumoral nem sempre causa o câncer, mas todo câncer é feito de células tumorais. Não sei se o caro leitor deste texto já percebeu, então vou explicar: em estudos realizados em pessoas de idade avançada que morreram de causas naturais, não é raro encontrarmos células cancerígenas. No entanto, o corpo desta pessoa, quando vivo, acionava suas defesas naturais e se manteve em boa saúde "convivendo" com essas células sem correr maiores riscos. Nestes casos, chegamos à conclusão de que o corpo humano (ou qualquer corpo vivo) é capaz de conter células cancerígenas, mas não significa necessariamente, de que o corpo irá desenvolver câncer e morrerá por ele. 

Voltando à metáfora de que o planeta é o corpo vivo e que os seres viventes, como um todo, são células que podem sair do controle, temos o caso específico da humanidade como o tumor que hoje põe em risco a terra. Mas, como foi dito antes, ter células cancerígenas não significa, necessariamente, risco de morte por câncer. Caso o corpo tenha defesas eficientes e possa manter as células tumorais sob controle, este poderia viver tranquilamente seus dias até o derradeiro momento de sua morte. Que todos sabemos, mais cedo ou mais tarde acontecerá. 

Seguindo esse raciocínio decidi fazer uma simulação mental de que a inteligência artificial já estava implantada e seguia evoluindo rapidamente e que em pouquíssimo tempo perceberia que um tumor está descontrolado pondo em risco o corpo. O que aconteceria? O que a inteligência artificial faria? Quais poderiam ser as opções viáveis para solucionar o problema?

Não acredito que o extermínio do ser humano seja a opção de uma máquina com supercapacidade de raciocínio lógico. Na verdade, a solução parece ser simples e elegante como qualquer solução realmente eficaz dever ser. O extermínio da parte das células tumorais que colocam em risco o equilíbrio entre corpo e tumor.

Quais seriam estas células? Pense nos homens e mulheres que têm a capacidade de influenciar ou tomar decisões capazes de prejudicar uma cidade, um estado, um país, ou países e portanto, o planeta. Do alto da pirâmide para baixo, cito "políticos", "autoridades", "empresários", "empreendedores", "profissionais liberais".... e por aí vai. 

Você deve estar se perguntando: "Por que ele escreveu todas essas categorias entre aspas?" - A resposta é muito simples: ao serem consideradas ameaça ao planeta, as pessoas pertencentes a essas categorias não passam de bandidos. Os verdeiros políticos, as autoridades, os empresários, os empreendedores, os profissionais liberais e todos os outros, podem um dia se tornar tumores, mas, sob controle, são todos benignos e o corpo viverá enquanto houver equilíbrio. 



0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Share |
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys
Zeitgeist I - The movie Zeitgeist II - Addendum Zeitgeist III - Moving Forward Creative Commons