Google Translator

sexta-feira, 25 de março de 2011

Manifestações em frente à Câmara dos Vereadores

Dias históricos!



Resumo da manifestação em frente à Cãmara dos Vereadores de Teresópolis.
Por João Luiz Lincoln


MANIFESTAÇÃO 24 DE MARÇO DE 2011
JÁ COMEÇOU!


Nesse terceiro dia de manifestação tivemos o menor número de participantes. Os pessimistas fizeram-se! Falaram mal do movimento, falaram mal das pessoas. Os “donos da verdade” davam explicações para o fracasso, diziam o que as pessoas deviam fazer. E dessa vez ninguém veio do Parque Regadas. É aquilo, nem todos têm motivos para estar na manifestação, muitos realmente seguem o fogo de palha, e rapidamente o fogo extingue e tudo esfria. Mas cuidado, existem os que TÊM MOTIVOS PARA ESTAR NA MANIFESTAÇÃO. Para essas pessoas número não importa. Pois bem, moradores e vítimas das regiões de Pessegueiros e Três Córregos organizaram e agruparam as pessoas, pela primeira vez músicas foram entoadas, e um grupo um pouco maior que o do dia 15 de fevereiro fez um barulho e tanto. Pela primeira vez tivemos uma manifestação com os moradores da roça. E o dia estava garantido! E vamos ao que aconteceu:


1. Mais uma vez a Câmara estava reunida para votar a segunda CPI, e mais uma vez não foi aprovada. Mais uma vez faltou uma assinatura. Havia uma expectativa da adesão de Marcelo Oliveira, mas ele não aderiu.

2. Os roceiros lideraram a organização e motivaram o público. Muitos idosos conduziram os trabalhos, dando uma grande lição para todos os presentes. Falavam com autoridade de quem é vítima e de quem lutou por mais de 10 anos contra o pedágio que dividia nossa cidade. E dos presentes saíram cantos pedindo a prisão do Prefeito e de cada um dos vereadores que traíram a causa da cidade. E o som subiu até o plenário, vários desceram e surpreenderam-se com o número de pessoas, pois pensavam que haviam muito mais.

3. Quando a sessão acabou, todos foram para próximo da porta, com a finalidade de impedir a saída dos vereadores pela porta da frente. A intenção era de acuar, tentar impor o medo. E o primeiro a aparecer foi o Dr. Carlão, que pela terceira vez foi debochado e pela terceira vez achou graça das pessoas. O que ele não sabia era QUEM ESTAVA LÁ HOJE, e quase levou um tapa no rosto, faltou pouco. A confusão foi instalada e a polícia, que acreditava ir dormir cedo hoje, teve de trabalhar duro, pois os ânimos ficaram muito exaltados. Cláudio Mello e Waguinho, mais uma vez, saíram pela porta da frente e aplaudidos. Quando saiu o Ademir Enfermeiro, vereador com base em Pessegueiros, várias pessoas o cercaram – pedindo explicações – ele estava tentando explicar-se quando duas senhoras o empurraram; em seguida dois seguranças da Câmara, descaracterizados, partiram para cima das senhoras – em defesa do vereador. Nisso, tentando defender as senhoras, outros homens travaram luta com os ditos seguranças. A briga foi separada com rapidez pela polícia e por outros manifestantes, a turma do “deixa disso”. O mais duro foi o cinismo do Dr. Carlão, do Ademir e depois do Arley, eles estavam provocando as pessoas. Os tais seguranças descaracterizados, estavam no meio da população todo o tempo – tentavam espionar! Quando a confusão começou eles não queriam parar, a própria polícia percebeu isso, tanto que eles trataram bem os manifestantes e afastaram os vereadores e os ditos seguranças. O vereador Arley, em total falta de respeito, ficou discutindo e provocando um senhor de idade, que poderia até ser avô dele. O vereador Arley foi afastado desse senhor pelo próprio TenCel Maffia, comandante do 30ºBPM.


Está claro o desespero do Prefeito e dos seus cúmplices. Na última terça pagaram os agitadores e hoje enviaram esses ditos seguranças. Como todos temiam, os roceiros deram uma outra dinâmica ao movimento e mostraram que não são lá muito tolerantes, eles realmente não suportam certos comportamentos que, infelizmente, nós já estamos acostumados.

Nas próximas manifestações temos de tomar muito cuidado, prestar atenção em quem está do nosso lado, o que estão falando em nosso ouvido. Hoje haviam fotógrafos e cinegrafistas enviados pela Câmara, prontos a plantar histórias e factóides: eles vão tentar, a todo custo, esfriar e desvalorizar o movimento. Esses homens são maus e mentirosos, estão enganando todos nós há muito tempo, mais de um ano! E agora, nem a tragédia está fazendo com que eles sejam decentes. Eles que deveriam ser os primeiros a sair em defesa do povo e da cidade, estão comportando-se de forma comprometida com o Prefeito e com a miséria das vítimas. Não podemos deixar isso impune!


Vamos retomar a força do movimento. Todos juntos às terças e quintas! Precisamos de ajuda para a força do movimento e para ajudar a conter os roceiros.

NÃO PODEMOS DESISTIR!
TODA TERÇA-FEIRA.
TODA QUINTA-FEIRA.

Texto original de João Luiz Lincoln tirado do Facebook sob permissão de seu criador


Clique aqui para ver João Luiz Lincoln no Facebook


Clique aqui para ver João Luiz Lincoln participando na ajuda aos sobrevivente da tragédia de Teresópolis de 12/01/2011


0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Share |
 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | free samples without surveys
Zeitgeist I - The movie Zeitgeist II - Addendum Zeitgeist III - Moving Forward Creative Commons